Blog

Leitura e Respiração, que Interferência Têm Entre Si?

 

A palavra “leitura” é o ato de colher as palavras com os olhos, decodificar conjuntos de informações, nos livros, revistas, jornais e muitos outros meios de comunicação, esses códigos podem ser visuais, auditivos e inclusive tácteis, como o sistema Braille.

Leitura é a ação de ler algo, é o hábito de ler, “leitura” deriva do latim “lectura”.

Cada um pode ler e interpretar o que foi lido da forma que bem lhe convier. A prática da leitura é importante para ampliar o desenvolvimento intelectual de um indivíduo, assim como o seu raciocínio crítico e a competência para a interpretação do que se lê, esse estímulo, pelo prazer da leitura deve ser despertado logo na infância.

Esses estímulos podem vir da leitura compartilhada, na escola, ou em casa através da leitura da bíblia, de revistas em quadrinhos, de jornais, ou solicitar que a criança leia em voz alta uma bula de medicamento, de uma receita de bolo, rótulos das embalagens, como data de validade, os bilhetes que vem da escola para os responsáveis, pedir para ler orações antes de dormir, pedir para anotar recados, copiar receitas de bolos e de letras de músicas, criar situações de estímulos para trazer as crianças para esse espaço da leitura, construindo um espaço de naturalidade, respeito, empatia, e acima de tudo reconhecimento de outras autoridades fora do seu lar, como professores, merendeiras, faxineiros, motoristas, seguranças, porteiros, recepcionistas, monitores, e tantas outras ocupações que não necessitam de muitos estudos.
A palavra “respiração” deriva do latim respiratione, é o processo pelo qual um organismo vivo troca oxigênio e dióxido de carbono com o meio ambiente.

O oxigênio é necessário para a respiração celular, e o dióxido de carbono é um sub-produto do metabolismo e deve ser retirado do organismo.

Respiração é o ato de inalar e exalar ar através da boca, das cavidades nasais ou através da pele para efetivamente serem processadas as trocas gasosas ao nível dos pulmões.

Todo ser vivo necessita da respiração para sobreviver, sendo que também é a primeira coisa que fazemos ao nascer e o último ato ao morrer, fazemos isso durante toda a nossa existência, dia e noite, sem ao menos percebermos, e é conseguida pelos movimentos respiratórios, da inspiração e da expiração, responsáveis pela entrada e saída de ar.

Uma boa voz começa com uma boa respiração. A voz é o som produzido pela vibração das pregas vocais durante a passagem de ar, que vem dos pulmões.

Uma das técnicas respiratórias muito utilizada para induzir estados de relaxamento, é solicitar ao indivíduo, para baixar o diafragma e expandir o abdômen, inspirando e expirando.

Alguns problemas são provocados pela falta da respiração adequada, e afetam na alfabetização, como, a postura de boca aberta, a obstrução nasal, além dos visuais, auditivos e emocionais.

Os distúrbios respiratórios durante o sono como roncos, engasgos, sono muito agitado, sono sem descanso e até pequenas paradas respiratórias, caracterizando apneia, geralmente apresentam problemas de comportamento, como, hiperatividade, distúrbios de atenção, comportamento anti-social e agressividade.

É de grande importância a orientação e o reconhecimento dos profissionais da educação sobre a relação no desempenho escolar e de aprendizado, em relações aos problemas com:
– Respiração oral inadequada,
– Obstrução nasal,
– Processos alérgicos, infecciosos ou obstrução mecânica das vias aéreas, que causam o aumento da amígdala e adenoide,
– Problemas visuais,
– Problemas auditivos,
– Problemas emocionais.
Cabendo aos profissionais da área, orientar os responsáveis na busca de um tratamento específico, ou encaminhar ao reforço escolar, contribuindo para uma melhoria na evolução do aprendizado destas crianças.

Cerca de metade das crianças apresentarão algum problema durante seu aprendizado. As causas deste insucesso são variadas e podem estar relacionadas a hiperatividade, desinteresse, negativismo, programas inadequados de alfabetização, problemas neurológicos ou falhas no desenvolvimento psicomotor, além de processamento da informação visual ou auditiva.

A hiperatividade e o transtorno do déficit de atenção, podem estar associados a vários fatores, que vêm sendo relacionados com problemas respiratórios durante o sono e a respiração oral, resultando em baixo rendimento escolar.

A respiração oral e a síndrome do desconforto respiratório do sono interferem potencialmente no desenvolvimento e no aprendizado das crianças. É comum, essas crianças apresentarem problemas intelectuais, tais como dificuldade de memorização e alterações da capacidade cognitiva, podendo ser danoso no processo de alfabetização e no desenvolvimento da linguagem escrita.

O atraso no domínio da linguagem escrita deveria ser visto como um simples atraso, em relação a outras crianças, mas dependendo da exigência escolar e dos responsáveis, podem desencadear um sentimento de fracasso nessas crianças. Portanto, ao analisar qualquer criança devemos verificar se existe alguma interferência que independe da sua vontade e empenho ou, imposição vinda da escola ou família.

Fonte: pesquisas no google

Como o Audiovisual Pode Fomentar Sonhos

Desde os tempos mais antigos, nós, os seres humanos, buscamos formas de eternizar nossas memórias, histórias, informar, emocionar, encantar e por aí vai.

Por isso, a nossa forma de comunicação é tão ampla, complexa e diversificada. Afinal, nos comunicamos de forma verbal, escrita e visual. Dentro de cada uma dessas formas existem outras tantas que seriam necessários anos para explicar cada uma.

O registro histórico mais antigo de comunicação que se tem conhecimento foram as pinturas rupestres nas cavernas.

A partir desse momento e deste registro, a humanidade buscou formas e mais formas de perpetuar o seu legado.

No começo as pinturas, em seguida escrita, as escuturas, a fotografia, as primeiras exibições cinematográficas e a internet. Tudo isso com um único intuito mudar a vida das pessoas.

Por sua vez, o advento da internet e da tecnologia criada nos últimos 20/30 anos, o mundo mudou.

Antes, para se ter acesso às produções audiovisuais, era necessário um aparelho de TV, um aparelho para reproduzir o filme, uma câmera filmadora para criar o vídeo, era tudo muito caro, complexo e demorado.

Do que precisamos agora?

Somente um smartphone e acesso a internet. Ou seja, hoje todos somos produtores e consumidores de conteúdo audiovisual.

Todos somos produtores de vídeos, o que permitiu que pudéssemos dar asas aos sonhos, permitiu que o jovem da comunidade pudesse ganhar o mundo com os seus conteúdos. Seja um vlog, seja um canal documentário, mostrando a sua arte ou trocando experiências.

Se o mundo mudou, nós temos responsabilidade de ajudar os mais novos a irem mais longe e assim alcançarem vôos mais altos.

Especialmente agora, onde as interações estão cada vez mais distantes e o digital mais forte.

O Teatro como Ferramenta de Transformação Social

O teatro além fazer parte do entretenimento também é como processo de
aprendizado de maneira que é uma forma de se organizar comunitariamente. O
teatro, para mais dessa perspectiva, é uma ferramenta que sugere um novo
olhar sobre a cultura em si mesmo. Por isso que o teatro é um utensílio
essencial para a transformação da vida, pois ele promove o acesso ao
conhecimento, possui caráter inclusivo e democrático. Compartilha saberes e
contribui para uma sociedade mais justa e igualitária, podemos pensar o teatro
para ademais da matéria visto que não significa representar a realidade. Ele
propõe outras realidades e até mesmo o lúdico como a necessidade do ser
humano se expressar. Teatro é expressão; de como você se ver no mundo e
como coloca isso para fora.
Toda transformação social envolve a arte como uma das principais ferramentas
de mudança e ressignificação. O teatro é um dos mecanismos para deixar o
cérebro atento em outras experiências humanas para que possam ser
incorporadas como parte do processo de transformação o social. Uma vez que
usamos atividades teatral entre a brincadeira e a fantasia para alcançarmos
certas emoções já que não temos maturidade emocional intelectual, nós
entendemos melhor como o mundo funciona, encontrando saídas em certas
situações no mundo real. E o porquê disso? Pensando num todo no teatro é
preciso organizar, planejar e com isso vem construindo a linha de raciocínio e
intelectualmente vai ser de grande importância. O indivíduo é capaz de mudar
a sua realidade e pelo meio disso vem a sensação de potência e autoestima,
com isso passa a se sentir mais confiante e ver que não é impotente diante da
vida real.
Importante lembrar que quando o teatro é usado como ferramenta socialmente,
ele não tem o intuito, ou, a obrigação de formar atores, ele é usado como um
mecanismo para escapar de um confronto social e político, no entanto se
transforma em um elemento poderoso de defesa. Um dos padrões mais

importantes é que o público no geral do teatro também tem que estar envolvido
no processo de aprendizagem e mudança. O teatro sugere um processo de
conhecimento por meio da transformação da sociedade é preciso de
inquietação geral e não apenas pessoal.
O amor com a arte cura o auto ódio, e transforma em autoestima. O teatro
dentro desse espaço tem como fundamento a experiência de vida: ideias,
conhecimentos e sentimentos. Solange Caldeira (2009) diz que essa proposta
de ação educativa, é visto um processo de consciência corporal que busca
resgatar a alegria, cultivar nossas formas de superação, readquirir o sentido da
vida humana, passando, os preconceitos e os estigmas para a transformação
de jovens em cidadãos úteis, e respeitados.
 

Falar e Escrever

Além de gerar fluência, aprender uma nova língua é um jeito de estimular as atuações sociocultural e cognitiva. Na última atividade de inglês, o educador Jorges realizou uma dinâmica com frases básicas e cotidianas. Onde os adolescentes repetiam as frases em voz alta e escreviam-nas no quadro, para reforçar o aprendizado.

Silabas Entre Somas e Subtrações

As crianças do REIzinho aprenderam e se divertiram participando de dinâmicas diversificadas com sílabas soltas formando palavras de uso do dia a dia, utilizando somente as sílabas já estudadas até o momento. Finalizando a atividade com um exercício de Matemática com um circuito de trilha trabalhando a soma e a subtração.